Cigarro não combina com Cirurgia Plástica

1- Fumar compromete a função cardiovascular e pulmonar, aumentando os riscos durante e após o procedimento.


2- Os pulmões dos fumantes não respondem da mesma forma que os de não fumantes à anestesia, o que aumenta os riscos.


3- Fumantes tem processo de recuperação mais longo e a cicatrização é prejudicada.


E então, já largou este vício? Se você está planejando se submeter a um procedimento aproveite a oportunidade e deixe esse hábito de lado!



Últimas Notícias
Notícias
Arquivo