Médicos voltam a usar tecido mamário das pacientes na modelagem dos seios

Um dos assuntos discutidos durante a última Jornada de Cirurgia Plástica do Rio de Janeiro, realizada no mês passado, foi a volta dos seios pequenos. Chefe do curso preparatório da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e coordenador da mesa sobre o assunto, Bruno Herkenhoff afirma que atualmente 30% das mulheres que chegam ao seu consultório querem trocar as próteses de silicone por outras menores ou buscam técnicas que não sejam tão invasivas. A principal delas é a mastopexia sem implante.


Embora não seja novidade, a cirurgia, que usa o tecido mamário da própria paciente para deixar os seios mais firmes e modelados, voltou a ter grande procura, principalmente por apresentar um resultado com aspecto mais natural. Outra vantagem é que, ao contrário da prótese, a mastopexia sem implante é uma operação única, não sendo necessária a volta à mesa de cirurgia, como acontece em alguns casos, para a troca de próteses. Herkenhoff explica que a técnica é recomendada para mulheres que têm sobras nos tecidos dos seios. A maioria de suas pacientes tem entre 30 e 50 anos.


Hoje, nós, médicos, temos discutido a real necessidade da colocação da prótese de silicone. Tentamos explicar às pacientes que é possível atingir um efeito semelhante com o seu próprio tecido, sem usar um corpo estranho. A moda do peitão passou, e as pessoas buscam um efeito natural, seios mais firmes e discretos — afirma.


Este foi o caso da administradora Michele Machado. Um ano após o nascimento da filha, ela consultou o médico em busca de seios mais durinhos e se surpreendeu por ele não a aconselhar a colocar as tão famosas próteses.


O médico analisou o meu tecido e disse que eu não precisava botar prótese. Achei ótimo, porque não queria correr o risco de passar por uma cirurgia de troca de implante daqui a dez, 15 anos, já com uma idade avançada. Fiquei com seios de menina de 15 anos — conta Michele.


Para as mulheres que buscam um formato arredondado, o cirurgião Marcio Walace recomenda a mastopexia com uma prótese pequena (de 175ml a 200ml), em que o médico retira o excesso de pele e coloca o implante apenas para criar o contorno no colo, mas mantendo o aspecto natural.O resultado é uma mama mais discreta, não tão marcada — resume.


Fonte: O GloboLeia mais: https://oglobo.globo.com/rio/bairros/medicos-voltam-usar-tecido-mamario-das-pacientes-na-modelagem-dos-seios-21876479#ixzz4tuDhfnk8Comece a escrever seu post aqui.


Últimas Notícias
Notícias