Abdominoplastia Clássica ou dermolipectomia

Os processos de emagrecimento, as incessantes alterações de peso e massa corporal podem causar uma flacidez excessiva na região abdominal. Cirurgias de redução de estômago, envelhecimento, gravidez, entre outros.



O abdômen de homens e mulheres está sujeito a ficar flácido, alterações constantes do volume de massa corporal, processos intensos de emagrecimento, cirurgia de redução de estômago, envelhecimento, gravidez, entre outros.


Popularmente conhecida como cirurgia do abdômen, a abdominoplastia (dermolipectomia abdominal) permite a retirada do excesso de pele, melhorando o contorno corporal.


No entanto, tal procedimento não é indicado para promover o emagrecimento nem para a retirada de gordura. O paciente pode optar pela combinação do procedimento com a lipoaspiração, que promove a retirada de gordura localizada.


Em seis meses é alcançado o resultado da cirurgia, sendo fundamental o paciente evitar esforços físicos nos primeiros 20 dias de pós-operatório, mantendo-se em postura levemente curvada para evitar tensão na cicatriz.


O paciente terá de usar ainda uma cinta elástica durante seis meses, além de se submeter a sessões de ultrassom e de drenagem linfática para evitar o acúmulo de líquido e ajudar no processo de cicatrização.


Dicas e Recomendações


Procedimento
A abdominoplastia dura em média três horas e o tempo de internação do paciente pode chegar a dois dias. A anestesia peridural é a mais comum nesse procedimento, mas também podem ser usadas a geral e a local.


Pós-operatório
Quadros de dor no pós-operatório são mais frequentes quando a abdominoplastia é combinada a algum outro tipo de cirurgia plástica ou procedimento ginecológico, sendo o segundo não muito indicado para as mulheres.


Nos dez primeiros dias depois da cirurgia o paciente terá de usar dreno para eliminar o líquido abaixo da cicatriz, o que pode gerar certa sensibilidade na região operada. É importante que o paciente evite esforço físico e ande levemente curvado nos primeiros 20 dias de pós-operatório. Pode ocorrer a eliminação de gordura residual (lipólise) pela cicatriz em pessoas que são obesas, mas se trata de algo natural no pós-operatório, não devendo ser encarado com temor.


Contraindicações
A cirurgia não poderá ser realizada se o paciente estiver com suspeita de gripe ou algum tipo de infecção. Caso faça uso de remédio para emagrecer ou diurético, deve suspender a medicação pelo menos 20 dias antes da cirurgia. O mesmo vale para remédios à base de ácido acetilsalicílico. Se for fumante, suspender o uso de cigarro pelo menos duas semanas antes da cirurgia.


Cicatrização
A cicatriz da dermolipectomia abdominal é facilmente escondida pelas roupas de banho. Localiza-se acima dos pelos pubianos, sendo horizontal e prolongando-se lateralmente conforme o tamanho do abdômen. Na mulher, a cicatriz de cesárea é eliminada com a cirurgia plástica. A retirada dos pontos é feita em 15 dias.

Complicações
Apesar de raras, podem surgir complicações como hematoma, seroma, infecção, sofrimento de pele, abertura de sutura e problemas anestésicos. Pacientes que são fumantes devem suspender o cigarro antes e depois a cirurgia para minimizar os riscos.

Gestação e amamentação
O controle de peso é fundamental para que a mulher não venha a perder os resultados da abdominoplastia após uma gravidez. Por isso, é recomendado que façam a cirurgia depois de decidir por não mais engravidar.