Blefaroplastia (cirurgia das pálpebras)

As pálpebras são as partes do rosto que mais sofrem com a ação do tempo. O avanço da idade as deixa mais flácidas e comumente há bolsas de gordura na parte inferior. Isso proporciona à pessoa um aspecto de cansado, que pode ser revertido com a ajuda da blefaroplastia.


A cirurgia corrige alterações estéticas das pálpebras, eliminando excessos de pele e de gordura. As pálpebras ficam mais planas e lisas e o rosto perde aquele aspecto de cansaço, influenciando diretamente no humor e na autoestima.


A cicatrização da blefaroplastia não influencia no visual, pois as incisões, de espessuras muito finas, são feitas em locais estratégicos. No entanto, para que o procedimento proporcione um bom resultado é muito importante para o paciente evitar a exposição excessiva ao sol no período inicial de pós-operatório.


Dicas e Recomendações


Procedimento
O tempo de cirurgia dura em média duas horas, sendo que o paciente fica internado por um dia. A anestesia geralmente utilizada é a local com sedação. Dificilmente recorre-se à anestesia geral. Os cortes são de espessura muito fina e feitos entre os sulcos da pele.


Contraindicações
A cirurgia não poderá ser realizada se o paciente estiver com suspeita de gripe ou algum tipo de infecção. Caso o paciente faça uso de remédio à base de ácido acetilsalicílico deve suspender a medicação pelo menos 20 dias antes da cirurgia. Se for fumante, cortar o consumo de cigarros duas semanas antes da blefaroplastia. O hábito de fumar só poderá ser retomado 15 dias após a cirurgia. Em mulheres, não é permitido fazer maquiagem antes da cirurgia.


Pós-operatório
É muito importante que o paciente evite colocar a mão ou levar algo em contato com a região operada. Além disso, tem de fazer compressas de algodão embebido em soro fisiológico ou água boricada várias vezes ao dia durante a fase inicial de pós-operatório. Nos primeiros dois meses, é preciso evitar a exposição excessiva ao sol e usar sempre óculos escuros. A volta às atividades cotidianas deve ocorrer após o 10º dia depois da cirurgia.


Cicatrização
A cicatriz da blefaroplastia costuma ser discreta, sendo os cortes realizados entre sulcos da pele. No entanto, o uso de óculos escuros, as compressas de algodão e a pouca exposição ao sol são fundamentais no processo de cicatrização.


Complicações
Apesar de raras, as complicações mais comuns são aberturas de pontos, infecções, hematomas, alterações na cicatrização e problemas anestésicos.