Dermolipectomia da coxa

A dermolipectomia também é indicada para eliminar o excesso de flacidez na parte interna das coxas. Essa flacidez geralmente ocorre devido à idade ou após processos intensos de emagrecimento.


A cirurgia plástica elimina excessos de pele nas coxas, dando a elas um contorno mais natural e, claro, menos flácido. O procedimento pode durar até quatro horas e o paciente fica internado por até dois dias.


O paciente conquistará o resultado definitivo um ano depois da dermolipectomia. A cirurgia pode ser associada a uma lipoaspiração, eliminando também a gordura localizada na região das coxas.


Durante o pós-operatório, o paciente tem de evitar movimentos excessivos, principalmente abrir muito as pernas, pois a cicatriz fica bem próxima à virilha. A cicatriz pode alargar caso seja muito forçada.



 

Dicas e Recomendações


Procedimento
A cirurgia de dermolipectomia da coxa dura em média quatro horas.  A anestesia pode ser geral ou peridural. A extensão do corte da cirurgia vai da virilha até o sulco abaixo do glúteo, dependendo do volume de flacidez a ser eliminado. O tempo de internação pode chegar a dois dias.


Cuidados
A cirurgia não poderá ser realizada se o paciente estiver com suspeita de gripe ou algum tipo de infecção. Caso o paciente faça uso de remédio para emagrecer ou diurético, deve suspender a medicação pelo menos 20 dias antes da cirurgia. O mesmo vale para remédios à base de ácido acetilsalicílico e anticoncepcional. Se for fumante, cortar o consumo de cigarros duas semanas antes da dermolipectomia. O hábito de fumar só poderá ser retomado 15 dias após a cirurgia.


Pós-operatório
Há quadros de dor nos primeiros dias após a cirurgia, mas são facilmente contornados com o uso de analgésicos. Na primeira semana após a dermolipectomia, o paciente deverá fazer uso de antibiótico, além de promover a troca periódica de curativos. O paciente deve evitar o movimento excessivo das pernas no primeiro mês. A retomada de atividades físicas só poderá ocorrer após o terceiro mês. Em pacientes obesos, pode ocorrer a eliminação de um líquido amarelado por alguns pontos da cicatriz. Trata-se da lipólise, que não representa nenhuma complicação.


Cicatrização
A marca da cicatriz da dermolipectomia da coxa é facilmente oculta pelas roupas de banho. Localizada na virilha, a cicatriz pode estender-se até o sulco abaixo do glúteo. A retirada dos pontos é feita 15 dias depois do procedimento cirúrgico.


Complicações
Apesar de raras, as complicações da cirurgia de dermolipectomia da coxa podem ser hematoma, seroma, infecção, necrose, abertura de pontos, quelóide (pessoas com predisposição), trombose, embolia e problemas anestésicos.